quinta-feira, 21 de agosto de 2014

GABRIEL PINHEIRO SUB 21 (-66Kg) 3º COLOCADO NO RANKING MUNDIAL JUNIOR




     Na última participação do Brasil no Circuito Mundial Júnior, o país mostrou que, além de sua força com a seleção sênior, as categorias de base também ocupam um espaço de destaque no cenário internacional. A atuação dos atletas brasileiros foi destaque no site da União Europeia de Judô, no mês passado, enquanto no ranking mundial júnior tem na maioria dos pesos líderes brasileiros, e nossos judokas pernambucanos também se destacaram nesse cenário mundial em especial  destaca-se nosso genuíno atleta da FPJU:  

        Esse dedicado judoka, além de ser destaque nacional como    Campeão Brasileiro   SUB 21 de 2014,        em uma competição  com  26 estados participantes, quebrando uma hegemonia sulista  e  abrindo  corajosamente  um  caminho para   outros  pernambucanos a se dedicarem  como  ele, e tudo isso sem precisar abandonar suas raízes nordestinas, a exemplo de   nossa campeã olímpica  SARA MENEZES  que não  deixou  a  Federação  Piauiense  de   Judô     nem  seu técnico, para conquistar tantos títulos para o judô nacional.

O brilhante desempenho das equipes de base só tem sido possível pela presença constante dos atletas nos eventos do Circuito Mundial das classes Sub 18 Sub 21 , onde brilha também, nossa competente judoka AMANDA FERREIRA da cidade de Igarassu-PE, também Campeã Brasileira Sub 18 e nos treinamentos de campo. Só esse ano o país participou de tradicionais torneios e treinamentos de campo na França, Alemanha, Áustria, Panamá, El Salvador e República Tcheca.

 No Brasil, no início do ano, a CBJ realizou o maior treinamento de campo da história do sub 21, no qual reuniu atletas de diversos países. E em Praga, quando os jovens atletas conquistaram cinco ouros, duas pratas e quatro bronzes, a União Europeia de Judô publicou uma matéria em seu site destacando o bom desempenho do Brasil. Tudo isso só é possível devido ao planejamento feito pela CBJ, juntamente com o apoio que recebe do Ministério do Esporte, através da Lei de Incentivo, do Siconv e da Lei Agnelo Piva.

Pernambuco através da FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE JUDÔ - FPJU, participa ativamente desse cenário e dessa vitória, revelando novos atletas com um trabalho sério voltado para sua finalidade social/desportiva, capacitando Professores, técnicos e treinadores para esse trabalho de "garimpagem" de talentos no judô, e tornando sua pratica cada vez mais profissionalmente bem dirigida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário